Colégio Integral

Aulas de Literatura

Nas aulas de Literatura, após estudarem o Romantismo e a representação da identidade e do indígena no Brasil atual, sob a orientação da professora Letícia, os alunos da 3ª série do Ensino Médio fizeram suas versões do famoso poema “Canção do Exílio”, de Gonçalves Dias. O resultado foi surpreendente! Confira algumas das produções:

1.

2.

Na minha terra tinha palmeiras

Onde cantava o sabiá

Seria um prenúncio

Ou um pedido de ajuda, não sei:

Não dá mais tempo de perguntar

Os galhos quebravam sob nossos pés

O mico-leão dourado nos espiava, sem sucesso

Atrás de folhas verdes com a metade do seu tamanho

Tamanduá-bandeira tanto tempo tentando nos acompanhar,

nenhuma bandeira a meio mastro no cessar

dos cantos, do assobiar

Não mais estrelas: o fogo mora ao lado

As flores não crescem em solo queimado

Nos bosques recortes da vida, o fardo

De fugir ou faltar 

Quero ouvir de novo o sabiá cantar

Mas não hoje

Se não eles vão descobrir 

Onde ele está

Clara Stein

3.

 Canção do índio 

 Minha terra tem indígenas 

 Tem também Tupinambás

 Nas tribos em que vivem 

 São acostumados a caçar

 Seus direitos e costumes 

 Seus hábitos e decisões 

 Não vieram do além

 E sim de gerações 

Arthur Monteiro Prado

4.

Nossa terra tem plágios de lá a cá…

com nosso complexo de vira-lata, onde vamos chegar?

Nós idolatramos os Estados Unidos até onde se dá pra imaginar

Se para nós o certo é copiar, onde vamos chegar?

Nosso país prega ordem e progresso

no centro da bandeira

mas com tanta fumaça mal dá pra ver estrelas

a Amazônia tem mais flores, mas matamos tudo

com as queimadas, acaba-se o nosso mundo!

Rodrigo Sehli

                          Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio

ENTRADA

SALAS DE AULA

RECREIOS

CIRCULAÇÃO

BANHEIROS E BEBEDOUROS

MATERIAIS ESCOLARES

SAÍDA

               Desnecessário dizer que a realização destas atividades presenciais é um desafio para todos nós.

               Faremos o possível para que tudo transcorra harmoniosamente e esperamos de todos os pais a colaboração,  o apoio e a parceria de sempre.

Você conhece a PUC Minas?

Considerada uma das melhores universidades privadas do Brasil – é a única instituição privada de Minas Gerais a fazer parte do ranking das melhores universidades do mundo: o Times Higher Education e foi eleita por seis vezes pelo Guia do Estudante, publicação da Editora Abril, como a melhor entre as particulares do país – e reconhecida pela Congregação para a Educação Católica, do Vaticano, como a maior universidade católica do mundo, a PUC Minas abriga mais de 73 mil alunos em seus cursos de graduação e pós-graduação. O corpo docente permanente em torno de 1,7 mil professores e 2,9 mil funcionários.

A Universidade tem como missão o desenvolvimento humano e social da comunidade acadêmica a partir da formação ética e solidária, da produção e disseminação de conhecimento, arte e cultura. O tripé Ensino, Pesquisa e Extensão se articula em projetos inovadores e voltados para a transformação da sociedade.

No que se refere à internacionalização, a PUC Minas possui uma política estratégica que envolve o desenvolvimento, orientação e promoção internacional nos âmbitos do ensino, da pesquisa e da extensão. Conta com mais de 170 convênios com instituições de ensino superior em todo o mundo e participa de diversas redes de cooperação internacional na área da educação

A compreensão da necessidade de superar as barreiras de tempo e espaço fez com que a Universidade investisse fortemente em tecnologias avançadas, ampliando o acesso à formação superior a milhares de alunos. Se em 2003 havia apenas 288 alunos matriculados em cinco disciplinas ofertadas a distância, atualmente são mais de 19 mil alunos de graduação matriculados em disciplinas a distância ofertadas em cursos presenciais, cursos a distância e semipresenciais. Além da graduação, a PUC Minas Virtual disponibiliza a mais de 20 mil matriculados formação continuada em cursos de especialização ou de atualização profissional.

O compromisso com a inclusão social e promoção da cidadania por meio da educação fez da PUC Minas uma das pioneiras na implantação do programa de concessão de bolsas de estudos do governo federal, o ProUni. A Universidade concedeu, desde a adesão até o 1º semestre de 2018, mais de 42 mil bolsas de estudos pelo programa.

A pós-graduação também acumula grandes avanços e conta com 17 programas stricto sensu – mestrado e doutorado – em áreas diversas. Na pós-graduação lato sensu, são mais de 400 cursos em andamento e mais de sete mil alunos em 13 unidades e no stricto sensu são 29 cursos, que agregam 1,5 mil estudantes. Na avaliação trienal da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação (MEC) que avalia mestrados acadêmicos, mestrados profissionais e doutorados, 16 têm nota cinco (muito bom), numa escala que vai de um a sete. Entre os programas, destacou-se o Programa de Pós-graduação em Direito, que obteve nota 6, alcançando nível de excelência e reconhecimento internacional.

Vestibular 2021

Agora, o processo seletivo acontece de acordo com o curso escolhido. Para Medicina, Direito – manhã (Coração Eucarístico e Praça da Liberdade), Odontologia – integral (Coração Eucarístico), Odontologia – integral (Poços de Caldas), Psicologia – manhã (Coração Eucarístico), Relações Internacionais – manhã (Coração Eucarístico), você faz sua inscrição até o dia 08 de novembro e escolhe se deseja fazer uma prova online, no dia 21 de novembro ou seleção pela nota do Enem. Após a divulgação do resultado, no dia 03 de dezembro, os candidatos aprovados deverão realizar sua matrícula online, de acordo com o cronograma previsto no edital.

Para os demais cursos, você pode optar por redação online, que deve ser agendada, ou nota do Enem. O resultado é divulgado em até 72 horas após realização da redação ou 24 horas após a inscrição pela nota do Enem. A matrícula também ocorrerá totalmente a distância, logo após divulgação do resultado para cada candidato.

Se você ainda não decidiu qual curso fazer, não se preocupe! A PUC minas criou um teste de orientação profissional online e gratuito que vai facilitar a sua escolha.

Acesse o site http://portal.pucminas.br/vestibular/ para maiores informações!

As rematrículas online serão realizadas a partir do dia 19/10/2020.

Aos que optarem pela matrícula presencial pedimos que realizem o agendamento online, devido ao cenário em que nos encontramos e para evitar aglomeração.
Utilize o botão abaixo para acessar o agendamento online.

            A história da agricultura nacional foi marcada pela exploração desenfreada dos recursos naturais. A perda drástica da biodiversidade devido ao plantio em grandes monoculturas, desestabilizou todo ecossistema, tornando os ecossistemas agrícolas muito dependentes de insumos para garantir altas produtividades. O resultado desse modelo de produção é o excesso no consumo de agrotóxicos e fertilizantes sintéticos, além do uso de combustível fóssil.

            Esse modelo de agricultura, voltado apenas para alta produtividade, é um risco para nossa segurança alimentar. O consumo de agrotóxicos no Paraná já chega a 9 litros por habitante, com 15,3 % dos alimentos com alto resíduo de agrotóxicos (ADAPAR). Parte dessa problemática é oriunda da cultura consumista, que seleciona os produtos mais bonitos, se preocupando com a estética do alimento e ignorando seu valor nutritivo e ecológico. Isso alimenta ainda mais a necessidade do agricultor em aplicar grandes quantidades de agrotóxicos nas lavouras para atender essa demanda seletiva e dos consumidores.

            Por esse motivo, é necessária mudança no ato de consumir. Ao consumir alimentos produzidos sem agrotóxicos, você melhora a vida do agricultor que se preocupa com o meio ambiente. A agricultura familiar é a agricultura capaz de produzir maior diversidade de alimentos, garantir a cadeia curta de comercialização que garante a soberania alimentar da população. Uma soberania que atualmente está em risco devido a agricultura industrial adotada pela elite agrícola nacional, que transforma o alimento em matéria prima, aumentando lucros mediante à atravessadores, diminuindo a renda dos agricultores.

            Entretanto, os alimentos orgânicos são muito caros, tornando-os acessíveis apenas para famílias com alta renda, o que também põe em risco a soberania alimentar, pois parte da população não possui acesso à alimentos saudáveis e agroecológicos!

          O que fazer para mudar esse quadro e dar mais dignidade para o pequeno agricultor e tornar os alimentos orgânicos acessíveis a toda população?

            É necessário solidariedade nas relações entre campo e cidade. Para isso vários modelos de comércio solidário estão sendo criados. Entre esses modelos, o programa TEIA AGROECOLÓGICA, que une agricultor e consumidores, construindo uma relação de amizade e confiança entre eles.

PROGRAMA TEIA AGROECOLÓGICA

Como funciona?

            O programa tem início com uma palestra que aborda desde a história da agricultura nacional até a importância da alimentação de produtos orgânicos, bem como os perigos da transgenia. Posteriormente, ocorre a explicação do funcionamento do programa como um todo. As pessoas interessadas deixarão o nome para que seja feita uma segunda reunião com o agricultor, onde será definido o tamanho e valor da sacola.

Regras gerais

Sacolas – as sacolas são iguais para todos os consumidores e terão produtos variados todas as semanas. Os produtos serão todos da época e da produção do próprio agricultor. Isso irá proporcionar uma experiência diferente para os consumidores, pois fará os mesmos perceber a sazonalidade de produção. A diversidade de produtos que farão parte das sacolas será decidida previamente em uma conversa com o agricultor.

Pagamento – Este será feito adiantado para garantir renda ao agricultor, uma vez por mês. Esse pagamento adiantado faz com que o agricultor planeje melhor sua produção evitando desperdício.

Entrega – A entrega das sacolas será uma vez por semana. É um momento de conversa e de tirar dúvidas com o agricultor, reclamações e sugestões pois a ideia é o grupo se autogerir. Se por acaso a alface vier queimada devido à geada, por exemplo, o agricultor avisará a todos, porém em uma próxima oportunidade deverá compensar com uma cesta maior. Isso força os consumidores e o agricultor dividirem os riscos de produção.

Entrada – Para o consumidor entrar no projeto deverá assistir às palestras e verificar se o agricultor poderá atender à nova demanda, se o agricultor não puder atende-lo o consumidor deverá esperar (lista de espera).

Saída – No caso de um consumidor sair deverá avisar com um mês de antecedência e preferencialmente encontrar um novo consumidor para substituí-lo.

Férias – O Agricultor não possui décimo terceiro nem férias. Além disso, precisa seguir o plantio e cultivo para garantir as sacolas posteriores ao retorno das férias. Por esse motivo o valor acertado com o agricultor deve ser pago durante as férias dos consumidores, garantindo a renda da família durante esse período.

Visitas – O grupo de consumidores visitarão a propriedade uma vez por semestre, esta visita é uma forma dos consumidores conhecerem o local onde o alimento é produzido, assim como conhecer de perto o manejo que é adotado na produção.

Tudo deve ser decidido em conjunto, isso torna importante reuniões para que o grupo se fortaleça, pois, a confiança é o básico para o sucesso do programa.

O Projeto Teia Agroecológica no Colégio Integral:

Agricultores: Cléber e Rosemeire (41- 984412129)

Agrônomo responsável: Raul Matias Cezar (raulmatiascezar@yahoo.com.br 41- 997870929)

Responsável da escola: Coord. Paula Pedroso (paulapedroso@colegiointegral.com.br 41 – 997640018)

Dia de entrega: 6as feiras das 7h40min às 9h40min – depois desse horário as sacolas ficarão no quiosque ao lado do vestiário feminino da piscina. As sacolas que forem esquecidas serão doadas no dia seguinte para que não haja desperdício.

Valor: R$120,00 (Cento e vinte reais) pagamento deve ser realizado diretamente com o agricultor, podendo ser em dinheiro, cartão ou depósito bancário ( Cleber Soares de Oliveira – Caixa Econômica Ag.4341 Cc 00000131401-7 – CPF 009919671-94).

Sacolas: aproximadamente 7 kg, com hortaliças, verduras e legumes da estação. Podendo ter variações conforme a produção e as intempéries climáticas. Com a adesão ao projeto os/as participantes entram no grupo do whatsapp onde são feitas trocas de receitas, informações, ajustes de detalhes com o agricultor e os pedidos dos itens extras vendidos pelo mesmo (morangos orgânicos, pães, queijo, cogumelos, pamonha, entre outros).



Para todos os pais que fazem parte da Família Integral, desejamos um feliz Dia dos Pais!

 Qual a DOSE certa para que esteja tudo em harmonia?

            Nosso corpo é uma máquina! Todos os sistemas do organismo estão integrados, cada um atua da sua maneira não esquecendo um do outro.

            E quando acontece de adoecermos ou algum fator estressante nos incomodar, ou ainda, de fatores externos como as alterações climáticas interferirem no funcionamento do organismo, o que acontece com o nosso corpo? Qual a relação da atividade física com o sistema imunológico? Ou ainda, porque adoeci se eu pratico atividade física?

Antes de tudo vamos entender um pouco do funcionamento do sistema imunológico:

Nosso sistema imune funciona de uma maneira brilhante. Ele ataca em forma de barreiras ou camadas a ação de todos os agentes externos que atrapalham o sistema orgânico do ser humano como as bactérias, os protozoários, os fungos, os vírus e tantos outros agentes nocivos que circulam no ambiente. Existem também os agentes internos como é o caso do câncer. Os leucócitos ou glóbulos brancos são responsáveis pela defesa do organismo. Ele juntamente com a linfa, são os responsáveis em coletar as substâncias nocivas que trafegam pelo corpo e estimular o sistema imune a conter ameaças.

O organismo acende um sinal vermelho a todo excesso ou deficiência que é provocado ao corpo. Atividade física em excesso o sistema imunológico fica alerta, nutrição inadequada o sistema imunológico fica alerta, sono inadequado ou estresse o sistema imunológico fica alerta, enfim, como já foi mencionado, o nosso corpo é uma máquina e precisa que todos os sistemas estejam funcionando em harmonia.

Segundo o Dr. Paulo Gentil, Doutor em Ciências da Educação e Mestre em Educação Física, “a diferença entre o remédio e o veneno é a DOSE.” Existem estudos de pesquisadores espanhóis e ingleses em atletas olímpicos relatando que os que treinam mais de 7 horas semanais adoecem mais dos que os que treinam menos. Isso acontece porque o sistema imunológico do corpo entende que o estresse fisiológico de alto nível é um agente agressor, ou seja, as atividades físicas de endurance fazem com que os níveis de cortisol e o estresse metabólico aumentem provocando uma ação negativa no sistema imunológico.

As atividades de intensidade moderada são as mais indicadas para manter o sistema imunológico em harmonia. Sua duração deve ser por volta de 20 minutos a 30 minutos respeitando a individualidade e potencialidade do indivíduo.

Já com relação a nutrição não existe fórmula mágica ou alimento específico para deixar o sistema imunológico adequado, o segredo é comer bem e se hidratar bem. Uma dieta balanceada ajuda o organismo a se manter preparado contra os invasores. “Se o indivíduo se alimentar corretamente, seu sistema imunológico estará competente, independentemente do tipo de infecção” afirma a nutricionista Deise Cristina Caramico, professora do Centro Universitário São Camilo – SP em entrevista a Revista Saúde.

O ideal é ingerir proteínas tanto vegetais como animais – grão de bico, feijões, leguminosas, ervilhas, ovos, carnes vermelhas e brancas, leite, queijo, frutos do mar, oleoginosas, frutas, verduras e folhagens garantem uma dieta balanceada. Outro fator importante para manter o sistema imunológico em equilíbrio é cuidar do SONO. A falta dele provoca uma manifestação extremamente negativa no corpo deixando o indivíduo mais irritado, ansioso e estressado.

Professora Juliana Speltri
Cref: 1745 G-Pr

Fontes:

A atividade física é extremamente importante para esse período que estamos vivendo. Manter uma rotina de exercícios físicos durante o isolamento é uma das condutas essenciais para manter o sistema imunológico adequado no corpo.
Nas aulas de educação física do Colégio Integral, tanto os alunos como as famílias, participam dos exercícios físicos orientados pela professora Juliana Speltri (cref 1745 G/PR). Além da prática dos exercícios a professora orienta como cuidar do corpo e da mente para enfrentar esse período com leveza e cuidado.
Confira, abaixo, a reportagem realizada pela estudante de jornalismo Maressa Machado da Universidade Positivo.

Reportagem de Maressa Machado com a prof. Juliana Speltri

Família Integral, temos um comunicado importante, não voltaremos dia 04/05! Nós aguardamos o posicionamento dos órgãos oficiais e continuamos com o trabalho remoto! Logo estaremos juntos, fiquem bem!

Querida Comunidade Integral:

 A incerteza sobre a autorização dos órgãos competentes para reinício das atividades escolares não nos deixa alternativa no processo de tomada de decisão que não seja a de fazê-lo passo a passo, considerando a situação anômala causada pela pandemia do COVID-19.

Nossos professores

Esses estão a todo vapor!

Desde o dia 20 de março preparam propostas de manutenção dos conteúdos já trabalhados. E agora se reúnem para pensar e elaborar aulas e materiais que dão sequência aos projetos anuais. Todos se desafiando, aprendendo e contribuindo para buscar a conexão real através do virtual. Eles estão selecionando a melhor linguagem tecnológica, nunca perdendo de vista as características de nossos alunos e muitas vezes ‘quebrando a cabeça’ para melhor atendê-los.

Nossas decisões

I – Continuaremos a disponibilizar atividades escolares de forma remota aos alunos de Ensino Fundamental e Médio, com amparo nas disposições da Deliberação 01/2020, do Conselho Estadual de Educação, enquanto durar o regime especial ali previsto. Esses materiais – estudo dirigido, mapa conceitual, leituras orientadas, produções textuais, resolução de situações-problema, videoaulas, chats, entre outros – fazem parte das modalidades organizativas do ensino, e os alunos estão sendo permanentemente avaliados, em termos de frequência, participação e avanços na aquisição dos conhecimentos. Todos os alunos deverão disponibilizar um tempo diário para cumprir as propostas encaminhadas.

II – Asseguramos a reposição presencial da carga horária prevista para o ano de 2020 contando com dias do recesso de julho, sábados letivos e, eventualmente, dias do mês de dezembro.

III Com essas medidas, não-presenciais e presenciais, cumpriremos com eficiência, tranquilidade e respeito à individualidade dos nossos alunos todo o trabalho pedagógico planejado para este ano, realizando o número de horas anuais determinado por lei para cada nível de ensino.

Nossa Educação Infantil e 1º ano

Está lindo de se ver a interação dos professores com os nossos pequenos e com as famílias – essas sempre dispostas a compartilhar seus dias com as produções das crianças. Não mediremos esforços e não nos faltará criatividade e afetividade para envolvê-los no tempo que ainda falta para o nosso reencontro.

Nossa anuidade

 I. Ensino Regular

Com a mesma transparência e respeito queremos tratar desse assunto.

Precisamos entender que não existe mensalidade escolar. Existe uma anuidade que é dividida em 13, 12 ou 11 parcelas, de acordo com a conveniência dos pais. Essa anuidade corresponde à proposta pedagógica específica para cada série e nível de ensino, conforme a carga horária de nossa matriz curricular.

Cumpriremos integralmente o contrato de prestação de serviços assinado no ato da matrícula. Portanto, a anuidade é devida e o serviço educacional correspondente será prestado.

II. Período Integral e Semi-Integral

Em relação a essa modalidade, a situação é diferente: não dispomos de tempo físico para repor integralmente os serviços relativos ao mês de abril, embora a escola tenha de manter a estrutura necessária para a retomada dessas atividades ao fim da quarentena. 

Assim sendo, especificamente para os alunos do Período Integral e Semi-Integral, a parcela de maio (vencimento em 15/05) será abonada em 50% (cinquenta por cento).

III. Nosso atendimento às famílias durante a quarentena

Temos consciência das dificuldades financeiras que algumas famílias temem. De nossa parte, também há temores.

Uma escola é feita essencialmente de pessoas. Folhas de pagamento e encargos sociais são nossas maiores despesas e também nossa maior preocupação. Honrar salários e garantir empregos sempre foi nosso compromisso.

Estamos nos esforçando para acolher a todos e buscar em conjunto, quando necessário, uma solução viável para ambas as partes.

Se esse for o seu caso, acione a secretaria ligando para 99671-8343/3027-2744, das 10 às 16 horas, a partir de 13 de abril, ou pelo e-mail   ana.masiero@colegiointegral.com.br , ou ainda, a partir de 22 de abril, pelo endereço eletrônico  maina@colegiointegral.com.br, para ver se conseguimos encontrar uma solução que atenda os interesses/necessidades de ambas as partes.

Desejamos que todos continuem bem, cuidando de si e dos seus, até nosso retorno, agora previsto para o dia 04 de maio.

 

Um abraço virtual!
Colégio Integral